O Visão Enfernal volta e a REvolta contra a Enfermagem como arte continua. A sua afirmação como ciência voltará a tomar lugar neste blogue, centrando a sua essência na divulgação da mais recente evidência científica.
comentar
publicado por Visao ENFernal, em 09.10.10 às 22:52link do post | favorito

 

 

Após um breve interregno, volto ao Visão ENFernal com um assunto sugerido pelos colegas Enfº. Nuno Abreu e Enfº Filipe Brandão. Após anos e anos de controvérsia (e diga-se de passagem, só agora) a Direcção Geral de Saúde solicitou ao GAIF um parecer técnico sobre a utilidade do Soluto de Dakin no tratamento de feridas. Esta associação (com uma equipa de enfermeiros à qual demonstro aqui publicamente o meu apreço) reuniu um conjunto de informações, tendo resultado num documento cuja conclusão final aponta para:

 

 

Apesar de não vinculativo, parece-me mais do que óbvio colocar definitivamente um ponto final no emprego do Dakin aquando da prescrição de tratamentos a feridas. O documento pode ser consultado através do site do GAIF ou directamente através deste link.

 


http://gaif.net/content/parecer-tecnico-soluto-de-dakin

http://www.faqs.org/photo-dict/photofiles/list/4488/5956toxic_poison.jpg


Visao ENFernal a 11 de Outubro de 2010 às 00:03
Olá a todos, o meu muito obrigado pela participação neste assunto.

Quanto às questões levantadas relativamente à fraqueza do suporte de estudos usados para sustentar a conclusão obtida, é um sinal de que de facto os enfermeiros estão cada vez mais preocupados, não só com a cientificidade daquilo que consultam, mas além disso preocupam-se com a qualidade do estudo em si e dos processos de estudo utilizados. É um sinal francamente positivo e saúdo-vos pelo vosso escrutínio.

Contudo tenho de discordar de um ponto. O GAIF, na análise metodológica sublinha que foram consultados 114 estudos desde 1922 a 2007, contudo foram eliminados aqueles cuja qualidade é questionável. Este processo é fundamental para garantir uma meta-análise conclusiva, com menor risco de viés e que garanta maior rigor nas conclusões obtidas. Por isso, o facto de se ter sustentado nuns 10 estudos com relevância científica, não podemos condenar levianamente a conclusão obtida só pelo número de estudos que foram utilizados. Relembro que para realizar uma meta-análise só são necessários no mínimo 2 estudos, a própria Cochrane Col. publicou meta-análises com peso considerável com um número menor de estudos do que este do GAIF.


mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16

17
18
20
21
22
23

25
26
27
28
30

31


links
pesquisar
 
blogs SAPO