O Visão Enfernal volta e a REvolta contra a Enfermagem como arte continua. A sua afirmação como ciência voltará a tomar lugar neste blogue, centrando a sua essência na divulgação da mais recente evidência científica.
comentar
publicado por Visao ENFernal, em 28.10.07 às 00:12link do post | favorito



Retirado do sítio  http://www.farmacia.com.pt/index.php?name=News&file=article&sid=4912

A farmacêutica Wyeth submeteu uma candidatura de aprovação suplementar à Administração Norte-Americana dos Alimentos e Fármacos (FDA) para comercializar o Tygacil (Tigeciclina) enquanto tratamento para a pneumonia. O antibiótico é actualmente utilizado em pacientes com infecções complicadas da pele e tecidos moles e infecções complicadas intra-abdominais.
[...]
Dois ensaios clínicos que envolveram a participação de 846 doentes demonstraram que o medicamento curou cerca de 90 por cento dos pacientes hospitalizados com pneumonia adquirida na comunidade. A taxa de sucesso para o Levaquin (levofloxacina), o tratamento habitualmente utilizado nestes casos, situa-se nos 86 por cento, afirmou a Wyeth.

O fármaco
insere-se na classe das glicilciclinas, antibióticos que são eficazes no combate a algumas bactérias que desenvolveram resistência a outros antibióticos.

Depois de aparecerem novos antibióticos como o Ceftobiprole, Dalbavancina, Daptomicina, Oritavancina e Ramoplanina, sendo alguns ainda alvo de ensaios clínicos para determinação da sua eficácia, surge a oportunidade de inserir no mercado este novo ATB derivado das tetraciclinas.

É de notar uma inércia inquietante por parte dos laboratórios na pesquisa de novos fármacos anti-infecciosos. Por um lado, as resistências bacterianas justificam um emprego acrescido na pesquisa de novas drogas mas a "indústria farmacológica" direcciona os olhares para potenciais grandes fontes remuneratórias. A infecção deixou de ser lucrativa ou medicamentos como os antidepressivos são mais aliciantes? É que nem toda a gente sofre de infecções durante uma vida inteira, mas segundo a OMS, 17% da população mundial sofre de depressão...




Doutor Enfermeiro a 28 de Outubro de 2007 às 20:27
É tudo uma questão de timings, colega.
Infelizmente, nem a doença escapa ao "negócio". Custe a vida a quem custar...

Visao ENFernal a 28 de Outubro de 2007 às 21:46
A multiresistência bacteriana é um bom motivo para investigar na área dos antibacterianos, as necessidades hospitalares assim o exigem. Mas infelizmente estamos à mercê dos laboratórios privados e a infecção nosocomial deixou de ser um lobby tentador. A justificação por parte deles (laboratórios) é tudo menos casuístico, "poderemos criar superinfecções, superbactérias"... mas as novas gerações de antibióticos, na generalidade, vieram apagar os "erros do passado".
Sim, os doente podem morrer de infecções, sepsis, choques septicos, etc... mas deprimidos jamais!

Mantenho-me bastante céptico no mudar de rumo nas diretrizes da industria laboratorial, mas ficarei a aguardar, tal como o caro colega, desse dia...

mais sobre mim
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

14
16
17
18
19
20

21
22
24
27

29
30


links
pesquisar
 
blogs SAPO