O Visão Enfernal volta e a REvolta contra a Enfermagem como arte continua. A sua afirmação como ciência voltará a tomar lugar neste blogue, centrando a sua essência na divulgação da mais recente evidência científica.
comentar
publicado por Visao ENFernal, em 17.04.08 às 23:25link do post | favorito

 

 

Virando as atenções novamente para a Enfermagem, o Visão ENFernal apresenta um artigo sobre um assunto polémico – os métodos de confirmação do posicionamento da SNG.


 

É notória a ambiguidade que se assiste nesta matéria, o que torna este assunto problemático, já que coloca a segurança do doente em jogo, uma vez que estudos demonstram que entre 13-20% das SNG inseridas em meio hospitalar encontram-se mal posicionadas. As estatísticas não são concisas e dependem das realidades em que foram efectuadas, contudo sabemos que os métodos que são praticados não oferecem garantias de confirmação correcta do posicionamento das SNG.


 

Curiosamente, a fiabilidade do método de confirmação é inversamente proporcional à frequência de aplicação do mesmo mas, para percebermos melhor este problema, é importante conhecer de que forma poderemos confirmar a correcta posição da SNG:


 
  • Insuflação do estômago com ar e palpação do epigastro: trata-se de um método pouco convincente e fora de uso, não devendo ser usado nem em adultos, nem em meio pediátrico.
 
  • O método da auscultação: talvez o mais recorrente na nossa realidade, dada a facilidade e rapidez com que é executado. Não exige dispêndio financeiro importante, pelo que é assumido como o método de cabeceira de eleição. Contudo estudos demonstram que a insuflação de ar através da SNG pode, num em 16 casos, indiciar falsos-positivos (nomeadamente em sondas posicionadas na zona do esófago, intestino e mesmo a nível das bases pulmonares).
 
  • Avaliação do pH: durante alguns anos foi vista como uma boa alternativa ao método radiológico, contudo estudos mais recentes demonstraram que, apesar de rápido, não garante com clareza o correcto posicionamento da SNG. Ao aspirar conteúdo com pH inferior a 5 poderemos concluir o correcto posicionamento da SNG, contudo o mesmo poderá acontecer em doentes com refluxo gastro-esofágico e com a ponta da SNG posicionada no esófago e em casos em que a mesma se encontre na zona do duodeno. Além disto, em doentes a tomar inibidores da bomba de protões ou Antagonistas H2, o pH gástrico poderá rondar valores superiores a 5, tornando este método inútil.
 
  • Capnografia: acessível unicamente em unidades/serviços com disponibilidade de um capnógrafo, em que o mesmo é conectado à SNG para detectar o posicionamento da SNG na via aérea, através da percentagem de CO2 que é expirada. Em vários estudos é assumido como “gold standard procedure”, dada a elevada eficácia que possui, contudo trata-se de um método oneroso comparativamente aos restantes métodos de cabeceira. Um estudo de 2007 publicado no JAMA (Capnometry and Air Insufflation for Assessing Initial Placement of Gastric Tubes), efectuado numa amostra de 69 doentes, verificou-se que o método de auscultação consegue ter fiabilidade superior ao da capnografia, concluindo que nenhum método de cabeceira garante segurança ao doente que necessita de intubação nasogástrica.
 
  • Easy-CapTM : trata-se de um dispositivo colométrico que é conectado à ponta da SNG, mudando de cor quando detecta a presença de CO2, em situações em que a sonda se encontra inserida na árvore traqueo-bronquica. Trata-se de um método rápido e com uma eficácia que ronda os 100% segundo alguns estudos (os mesmos apontam para a necessidade de estudos mais aprofundados para comprovar a sua real fiabilidade).
 
  • Radiografia: o método radiológico é o menos disponível, o mais dispendioso, o menos efectuado mas… o único que garante com rigor o posicionamento da SNG.
 

É importante reflectir sobre estes aspectos, dado tratar-se de um procedimento usual em Enfermagem. Como Enfermeiros devemos zelar pela segurança do doente internado, como Enfermeiros poderemos ser responsabilizados pelos danos provocados pela incorrecta avaliação do posicionamento da sonda. A American Association of Critical-Care Nurses recomenda que a alimentação entérica via SNG só deve ser iniciada após confirmação radiológica, pelos motivos que já foram abordados.

 


http://www.jacn.org/cgi/content/abstract/17/2/195

http://ajcc.aacnjournals.org/cgi/content/full/16/6/544#T1

http://www.jacn.org/cgi/reprint/17/2/195.pdf

http://www.aacn.org/AACN/practiceAlert.nsf/Files/VOFTP/$file/Verification%20of%20Feeding%20Tube%20Placement%2005-2005.pdf

http://www.medscape.com/viewarticle/470693_1

http://www.ccmjournal.com/pt/re/ccm/abstract.00003246-200210000-00013.htm;jsessionid=LHCGG51KgpwpF7dwmS6ssqlT2Q1x6k8MD1s1WhRqPpx9VLyrJKPX!774718804!181195629!8091!-1

http://ajcc.aacnjournals.org/content/vol16/issue6/images/large/544figure.jpeg

http://i.pbase.com/u21/kepha/upload/37772163.09440072.jpg

http://www.icu-usa.com/tour/images/procedures/capnography_2.gif

http://syringesupplies.com/userimages/140cc-3ccluer.jpg


mais sobre mim
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


links
pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds